Postagens

Mostrando postagens de Junho 14, 2015

POEMA - GILBERTE - PAÍS DE TODAS AS CORES.

Imagem
PAÍS DE TODAS AS CORES.


Eu sou é brasileiro, tenho amor no peito
Sou brasileiro, livre do preconceito.
Troquei rancor por flores,
No Brasil de todas as cores.


O negro jamais foi escravo,
Ele foi escravizado.
Esta parte da nossa história
Me deixa envergonhado.
O que parece diferente
É na verdade igual
Cores lindas nas pessoas
Em um país plural.


Preconceito é ignorância.
Tem que ser combatida
Somente a educação
É a cura desta ferida.
Não é a cor da pele
Que me deixa inteligente

PROF. GILBERTE- CORDEL FILOSÓFICO

Imagem
CORDEL FILOSÓFICO



Nada nos esfria Nois é bom em geografia: E veio na minha veneta Bombeiro virou planeta Sem dor na consciência Astronauta foi feito pela ciência O sol gira feito carrapeta Lógico ele é um planeta! O Brasil fica em Jundiaí Afinal eu moro aqui!
O professor tem sorte Ciências é nosso ponto forte: Não cometo um engano Anfíbio é um mamífero humano Minhoca no fundo do poço É vertebrada, tem osso!
Nem tente fazer a conta Em matemática somos de ponta: Quem não sabe, eu tenho pena Uma dúzia tem uma dezena! Nós respondemos de uma só vez Dois menos oito é igual a seis!
Agora nois tem certeza Xegou a língua portuguesa:
O espelho, que calamidade; Nunca me diz a verdade! Pode até não parecer Se juntar dois s, vai tersomde z Atingi meu objetivo Verbo terminado emu, é adjetivo!
Nem preciso da boa memória