Postagens

Mostrando postagens de Outubro 11, 2015

CRÔNICA - O SEMEADOR DE ESPERANÇA

Imagem
O SEMEADOR DE ESPERANÇA
Autor: Professor Neemias
Dizem que um homem saía todos os dias, às seis horas, para ir ao trabalho. Ele caminhava cerca de quinhentos metros pela Rua das Flores, antes de pegar uma lotação. O homem não conseguia entender como uma rua tão mal cuidada pudesse ter nome de flores. Sem asfalto, com vários buracos e, para piorar, ao passar em frente ao córrego que margeava a rua, tinha que prender a respiração, pois tamanho era o mau cheiro. Para seu desgosto, retornava pelo mesmo caminho às dezoito horas.  Para piorar, todos os dias, na ida e volta, encontrava um senhor de cabelos brancos e roupas velhas. No período da manhã, o velho contemplava aquela paisagem que o homem imaginava ser um lixão gigantesco, dado o mau cheiro. Na volta ele o encontrava com vários sacos de lixo na mão.  O velho, toda vez o cumprimentava com um sorriso, mas o homem, revoltado com a situação, não respondia e resmungava para si mesmo: quando eu ficar velho, não quero ser igual a este porco,…